Energia Solar está se tornando a fonte mais barata de eletricidade na China

Energia Solar está se tornando a fonte mais barata de eletricidade na China

Image

Estudo destaca que avanços tecnológicos, redução de custos e apoio do governo estão entre as ações responsáveis pelo avanço renovável

Um estudo desenvolvido na China ressalta que a energia solar se tornou a fonte mais barata de eletricidade no país. Uma análise realizada pelos pesquisadores mostra que todos os projetos desenvolvidos nas cidades chinesas poderiam ser construídos sem subsídios e com preços bem mais baixos do que os fornecidos pela rede atualmente.

O desenvolvimento da energia solar no país deve ser impulsionar as perspectivas de energia solar industrial e comercial de acordo com a pesquisa. A expectativa é que não só a produção aumente, mas também possa competir com preços atuais da eletricidade gerada através do carvão.

O estudo, que foi publicado na Nature Energy, explica que uma combinação de avanços tecnológicos em conjunto com a redução de custos e o apoio do governo chinês contribuíram para que a paridade de rede se tornasse uma realidade dos chineses hoje em dia.

A indústria chinesa voltada para a produção de energia solar teve uma expansão significativa desde 1990. Atualmente o país conta com o maior gerador de energia solar e também maior instalador de energia solar fotovoltaico do mundo. O estudo mostra que a capacidade instalada do país em 2018 foi de mais de um terço do total mundial.

De acordo com o especialista Kingsmill Bond, um dos responsáveis pelo estudo, a análise demonstra que a energia solar está se tornando cada vez mais competitiva. “A conclusão de que a energia solar industrial e comercial é mais barata do que a eletricidade da rede significa que a oficina do mundo pode abranger a energia solar. Sem subsídio e seus impactos distorcidos, e impulsionados pelo ganho comercial” ressaltou ele ao jornal Carbon Brief.

Fonte: Portal Brasi Solar

Compartilhe esta noticia: